sexta-feira, 26 de abril de 2013

Previsão para o fim de semana

Após duas semanas marcadas por diferentes bloqueios atmosféricos em níveis médios e predominantemente em altos níveis (dipolo, ômega, alta) com pode ser visto na figura 1. A atmosfera deve começar a mudar ao longo do final de semana em todo o Cone Sul. Pelo menos, isso é o que espera-se!!
Figura 1 - Bloqueio de Alta observado no dia 19 de Abril.
Fonte: INPE/CPTEC
A mudança dá-se inicialmente em territórios argentinos com a passagem de uma frente fria que deve causar precipitação em várias regiões incluindo a capital Buenos Aires. Já para o Rio Grande do Sul pode-se esperar chuva de maneira isolada, com maior possibilidade de pancadas na fronteira Oeste. Nas demais regiões a chuva deve ser de fraca a moderada sem marcar grandes acumulados (15 à 30 mm), muito em função da forma desorganizada que se dará o deslocamento dessa frente. Veja abaixo a previsão detalhada para todas as regiões do estado.

Previsão para sábado:

Oeste/Noroeste: Tempo bom com pouca nebulosidade, sem possibilidade de chuvas. A temperatura máxima deve ficar entre os 29/31°C e as mínimas entre 15/17°C, e os ventos soprarão com fraca intensidade do quadrante norte.
Centro-Sul: O tempo deve permanecer estável, sem possibilidade de chuvas. A temperatura mínima deve ficar entre 13/15°C, enquanto a temperatura máxima pode chegar aos 29°C. 
Na porção mais ao Sul (Chuí, Santa Vitoria, Rio Grande e Pelotas) poderá ocorrer nevoeiro, principalmente em regiões em que há corpos d'água (lagoas por exemplo).
Litoral: O tempo também deve permanecer estável com pouca nebulosidade. As temperaturas máximas podem chegar à 27°C, enquanto as mínimas ficam em torno dos 16/18°C.

Previsão para domingo:

Oeste/Sudoeste: A aproximação de uma frente fria vinda da Argentina deve influenciar no tempo em toda a região. Já nas primeiras horas do dia a nebulosidade passa a tomar conta dessa região, e ao longo do dia as chuvas devem invadir o estado. Mas antes disso, chuva pela manhã no Oeste!
As temperaturas mínimas não devem cair em função da entrada da nebulosidade que ocorrerá na noite de sábado, assim espera-se mínimas entre 18/21°C. Da mesma forma, a presença de nebulosidade impedirá o aquecimento e com isso as máximas devem ficar entre 22/24°C.
Centro-Sul: A chuva deverá chegar nesta região somente no período da noite com fraca intensidade, contudo a nebulosidade passa a sofrer mudanças ao longo do dia. As temperaturas mínimas devem ficar entre 16/18°C enquanto as temperaturas máximas podem chegar aos 25/27°C.
Litoral: A chuva no litoral deverá chegar também no período da noite com intensidade fraca/moderada. Devido a proximidade do oceano, as temperaturas mínimas devem ficar um pouco mais elevadas em relação às demais regiões: 17/19°C. Já as temperaturas máximas devem ficar em torno dos 24/26°C.

Para segunda-feira, o tempo deve permanecer instável na metade sul do Estado. Há a possibilidade de chuvas em pontos isolados na fronteira Sudoeste, sendo as maiores possibilidades de pancadas de chuva na região mais ao Sul (região de Pelotas). Já na porção norte do estado, espera-se que o tempo permaneça com variação na nebulosidade, porém sem a possibilidade de chuvas.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Temporais, muita chuva e muito frio!

A partir desta Quinta-Feira (11/04/2013) o estado do Rio Grande do Sul será afetado por intensos temporais devido atuação de áreas de baixa pressão atmosférica e aproximação de uma frente fria. A chuva começa no estado já na madrugada do dia 11/04/2013 pelo oeste e sudoeste do estado atingindo as cidades de Uruguaiana, Alegrete, Quaraí, Dom Pedrito, etc... Ela virá acompanhada de tempestades que serão fortes em alguns pontos provocando vendavais, raios e até mesmo queda de granizo. Conforme o passar do tempo o sistema se deslocará para o leste e irá atingir, a partir da tarde e noite da Quinta-Feira as regiões sul, sudeste, leste e centro do estado. 
As regiões localizadas no centro-norte do estado terão chuva durante a Sexta-Feira.
Seguem algumas imagens do modelo global GFS mostrando o avanço espacial e temporal da chuva durante a Quinta-Feira, notem como as áreas coloridas (chuva) se deslocam de oeste para leste, atingindo até o final da Quinta-Feira grande parte do centro-sul do Rio Grande do Sul e também parte do norte uruguaio.






ALERTA 1: Alertamos que durante este evento de tempo severo poderão ocorrer fortes tempestades em todas localidades do estado durante esta Quinta-Feira e Sexta-Feira. Essas tempestades virão acompanhadas de vendavais, granizo e chuva intensa em grandes volumes em curto intervalo de tempo em localidades isoladas. Os volumes de chuva serão maiores a 50 mm em várias localidades do estado.

ALERTA 2: Após a passagem desta instabilidade, a partir do final da Sexta-Feira e durante o Sábado, começará a ser advectada (transportada) para o estado, por um intenso ciclone extra-tropical no litoral da Argentina, uma intensa massa de ar polar, a mais forte do ano até agora. Ela será responsável por uma acentuada queda da temperatura a partir do fim da Sexta-Feira e durante o Sábado com vento moderado a forte de oeste-sudoeste. Em Pelotas o show do Rei Roberto Carlos será com muito frio, com temperaturas no incio do show entre 11°C/12°C e do meio do show em diante caindo para 8°C/10°C com sensação térmica menor devido ao vento.
Também devido a queda acentuada da temperatura ocorrerá geada na campanha e nas serras do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, assim como, no Uruguai. As mínimas no estado do Rio Grande do Sul serão de um dígito em todas as regiões, onde na serra e campanha ficarão abaixo dos 5°C. O frio continuará até o meio da semana que vem!


                                     

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Vórtice ciclônico de altos níveis

Um vórtice Ciclônico em altos níveis da atmosfera (VCAN) localizado sobre a região centro-leste argentina vem provocando fortes tempestades desde a segunda feira em todo o conesul. Este VCAN associado com zonas de baixa pressão atmosférica em níveis mais baixos da atmosfera, juntamente com uma massa de ar quente e úmida que cobre toda região sul do Brasil, Uruguai centro, norte e nordeste argentino e Paraguai, ocasiona a formação de intensos sistemas convectivos, e intensas tempestades que estão provocando chuva torrencial, granizo e até mesmo formação de nuvens funis.Exemplo disso ocorreu entre segunda-feira e esta terça-feira na província de Buenos Aires, onde a cidade de Buenos Aires teve precipitação de 195 mm em 48h, sendo que 110 mm caíram só na madrugada de terça-feira e depois a cidade vizinha de La Plata que oficialmente registrou precipitação de 181 mm em poucas horas. Mas estações particulares na cidade acusaram entre 300 e 400 mm. Também houve registros de fortes tempestades em Montevideo na manhã desta quarta-feira com precipitação chegando a 160 mm.
As tempestade e as intensas precipitações chegaram também ao extremo sul do Rio Grande do Sul no inicio da manhã desta quarta-feira, provocando também muita chuva e temporais. Bagé por exemplo em estações particulares acusou 40 mm de chuva em menos de uma hora e também registro de granizo miúdo. Hulha Negra próxima a Bagé registrou intensa tempestade na madrugada desta quarta-feira com granizo e ventos muitos intensos que deceparam árvores.
A chuva não fez só estragos e caiu forte sobre a reserva do Taim apagando diversos focos de incêndio. A instabilidade chegou em Pelotas por volta das 16h30m com forte temporal, chuva torrencial e muito raios. 



Acima foto incrível tirada pelo colaborador do Capincho Cumulus Lucas Griep Fonseca na praia do Laranjal.













Abaixo estão dois vídeo enviados pela meteorologista e colaboradora do Capincho Cumulus Gabriela Lameu:

                                  video



                                    video